terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Jogos escolares brasileiros 2012

Os jogos escolares brasileiros, mostrou ao mato grosso toda a sua potencialidade e o que pode gerar  em termos de resultado para o Brasil,  nos próximos jogos olímpicos que será realizado no Rio de Janeiro.  Para o povo matogrossense ficou  uma certeza,  o quanto sorriso esta se destacando  nas competições dos jogos escolares. Tudo isso é retrato do trabalho que está sendo desenvolvido na base e do apoio que a prefeitura municipal tem dado a todos os  professores e alunos. Para Cuiabá fica a lição de casa, perto de ser empossado o novo secretario do município torcemos para que o escolhido não seja político de carreira e tenha de fato  ligações fortes com o desporto.
Com relação ao futsal feminino nos jogos escolares brasileiro, destacamos a participação do IVE e  Colégio Aptus.
A Equipe do IVE, representou o estado na segunda divisão e acabou se classificando para a primeira divisão.
O Colégio Aptus, representou Cuiabá, como cidade sede, na terceira divisão, a  equipe terminou a competição em 4 lugar, com 3 vitorias e 2 derrotas.
Futebol feminino mt

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

IVE garante vaga na primeira divisão dos jogos olimpicos escolares.

As meninas do futsal do Instituto Várzea-grandense de Ensino (IVE) são prata na segunda divisão das Olimpíadas Escolares 2012. Em um jogo apertado e emocionante, o time da casa não conseguiu superar a equipe da Escola Farroupilha, do Rio Grande do Sul, que chegou ao lugar mais alto do pódio. Mas a chegada à final, já garantiu à equipe de Mato Grosso lugar na primeira divisão para a competição de 2013.

O jogo não foi de muitos gols e o placar encerrou em 2x1 para as gaúchas. Após o apito final, muito choro do lado mato-grossense, principalmente da goleira Marieli Costa, 17 anos, que apenas conseguia dizer que estava muito triste pelo resultado. Marieli se despediu da categoria A das OEs com surpreendentes defesas e muitos elogios. “Ela fez uma ótima partida, grandes defesas”, disse o técnico do time, Gilson Luiz de Freitas.

A partida foi disputada do início ao fim. O primeiro gol foi das meninas do IVE, faltando apenas pouco mais de oito minutos para o fim do primeiro tempo. Na segunda metade do jogo a disputa continuou acirrada e a equipe gaúcha conseguiu virar. Para a jogadora Fernanda Schaurich, 16 anos, do IVE, a equipe jogou bem, apesar de perder. “As duas tinham competência para vencer. Essa prata também tem sabor de vitória, pois muita gente gostaria de estar no nosso lugar”, afirmou.

Para o técnico do time de Mato Grosso, as meninas estão de parabéns, pois conseguiram chegar à final mesmo não estando entre os estados com tradição nesse esporte. “Elas se superaram, além disso mostraram que o futsal feminino existe”, frisou o professor de educação física.
Fonte Midianews.